Super Blog

Meu Negócio

27Jul
5 Mitos Sobre o Gás GLP em que Você Sempre Acreditou

categorias: Meu Negócio,Minha Casa,

 

 

Conhecido popularmente como gás de cozinha, o gás GLP ainda é envolto em diversos mitos. Um deles é em relação à segurança. O fato é que esse item é muito seguro para uso doméstico.

 

Quer saber mais sobre esse e outros mitos sobre o gás GLP? Continue neste artigo!

 

1. Mangueira de gás GLP tem validade?

Embora dure por bastante tempo, toda mangueira usada para instalação do gás de cozinha possui prazo de vencimento, geralmente de cinco anos. Não é indicado o uso após atingida a data de validade, assim como a válvula reguladora do botijão. O motivo é que os materiais podem estar gastos com o passar do tempo, resultando no risco de vazamentos.

 

2. Botijões de gás podem apresentar defeitos?

Como mencionamos anteriormente, esse é talvez o maior mito entre todos que dizem respeito ao gás GLP. Por se tratar de um líquido altamente inflamável, quando o gás está em grande concentração e entra em contato com calor ou eletricidade, por exemplo, sofre combustão. Na realidade, o que acontece não é a explosão do equipamento, e sim o vazamento fora de controle.

 

Caso perceba indícios de vazamento, feche imediatamente a válvula do botijão, abra portas e janelas para aumentar a ventilação e desligue a chave de eletricidade.

 

3. Gás tem cheiro?

O odor característico que sentimos não é exatamente do gás, pois este em seu estado puro é inodoro, ou seja, não possui qualquer cheiro. O que pensamos ser proveniente do gás é na verdade um odor artificial adicionado ao combustível, e assim possamos detectar possíveis vazamentos.

 

4. Deve-se usar fita de vedação na válvula do botijão?

Com a intenção de tornar o botijão de gás GLP mais seguro, costuma-se ouvir conselhos que mencionam fitas vedantes. No entanto, esse material não possui qualquer efeito anti-vazamento de gás, já que é produzido com o intuito de vedar somente vazamentos de líquidos. Além disso, esse material poderá alterar o encaixe correto do equipamento.

 

5. O gás GLP é menos seguro que o gás natural?

Os mesmos cuidados indicados no manuseio dos dois produtos, tanto o gás natural quanto o gás liquefeito de petróleo — GLP — devem ser tomados. Afinal, não existe qualquer comprovação científica de que um seja menos seguro que o outro.

 

Contudo, o gás GLP ainda oferece vantagens com relação ao preço, pois o consumidor paga exatamente pelo o que vai usar, já que compra botijões individuais. Diferente do gás natural, que possui uma conta fixa mensal, independentemente do uso.

 

Que tal conhecer as soluções oferecidas pela Supergasbras para residências e comércio? Acesse o site, entre em contato e encontre a melhor alternativa em gás GLP!