Super Blog

Meu Negócio

25Nov
Qual a Melhor Forma de Reduzir o Custo de Armazenagem?

categorias: Meu Negócio,

O custo de armazenagem é um conjunto de despesas com o qual muitos negócios precisam arcar, principalmente aqueles que lidam com estoques volumosos, que contam com grande variedade de produtos, como os supermercados.

Assim como todos os gastos, os que são relacionados a armazenagem também precisam ser reduzidos para garantir um orçamento mais equilibrado mensalmente. Neste artigo daremos algumas dicas de como você pode fazer isso em seu estabelecimento!

Entenda seu estoque para reduzir o custo de armazenagem

Existem diversas possibilidades para você começar a diminuir o custo de armazenagem em seu supermercado. Porém, há uma que é a mais importante e deve ser tida como o primeiro passo — que é entender o quanto o espaço que seu estoque ocupa gera de gastos.

É comum que o estabelecimento aposte em duas opções para a armazenagem: o aluguel de um espaço externo ou a ampliação do próprio imóvel para que seja possível dedicar uma parte da metragem ao estoque.

Seja qual for a opção que você decidiu aplicar ao seu negócio, existem algumas questões que deverá ter em mente:

Despesas fixas

Caso você alugue um espaço para armazenar o seu estoque, é necessário levar em conta — além do pagamento mensal referente ao aluguel do espaço — os gastos com energia elétrica, água, impostos, manutenção e melhorias no imóvel, se forem necessárias.

Entretanto, engana-se quem acha que esses gastos podem ser mensurados com menos cuidado no caso de um espaço inserido no próprio estabelecimento. É crucial dar atenção à metragem que o armazém ocupa para, então, medir o seu custo de armazenagem.

Sem esse controle, será difícil reduzi-lo propriamente, pois nunca saberá, por exemplo, qual porcentagem do total da conta de luz é referente ao espaço determinado.

Otimizar recursos reduz o custo de armazenagem

Fazer a otimização dos recursos necessários para o funcionamento do seu estabelecimento pode auxiliar na redução do custo de armazenagem. Isso porque esses “insumos” também são considerados estoque e ocupam espaço!

O gás é um exemplo. Caso você trabalhe com fornecimento a granel, é possível que mantenha diversos reservatórios em seu estoque. Eles ocupam espaço e podem significar um aumento, ainda que pequeno, no custo que o armazenamento gera.

Para isso, pode buscar uma solução como o perfil automático de fornecimento. Ao verificar o quanto você consome em alguns meses — se a mensuração for mais linear, sem grandes picos ou reduções —, automaticamente a quantidade exata necessária de gás é entregue em seu estabelecimento. Dessa maneira, você não precisa gastar espaço em seu armazém.

Outras possibilidades são a utilização de menos lâmpadas por meio da instalação de pequenas janelas, ou da revisão de seu gerenciamento de estoque, para garantir que o espaço utilizado não é maior do que o necessário. Assim poderá reduzir custos de aluguel e manutenção.

Gostou das dicas? Confira mais no blog da Supergasbras!