Super Blog

Meu Negócio

02Out
Aprenda a Prever as Despesas Ordinárias de Condomínio

categorias: Meu Negócio,

Para organizar da melhor maneira suas contas, um condomínio precisa dividir suas despesas em dois grandes grupos: as ordinárias e as extraordinárias. Estas últimas são difíceis de calcular, pois podem ser emergenciais. Porém, é importante ter essa consciência no caso das despesas ordinárias de condomínio, também entendidas por aquelas que são fixas.
Você sabe prever as despesas recorrentes de seu condomínio? Confira neste artigo algumas dicas para fazer isso e aproveitar melhor o caixa disponível mensalmente!

Faça uma lista das despesas ordinárias de condomínio

O primeiro passo para reconhecer previamente quais são as despesas ordinárias de condomínio é buscar listá-las. Verifique em todas as áreas do prédio se há alguma despesa fixa específica, como cuidados com um jardim ou materiais para uma sauna ou piscina, por exemplo.

 

Então, liste-as junto das básicas como luz, água e gás, ainda que sem valores especificados, o importante é ter controle de quais serão, para então partir para cálculos mais precisos e direcionados.

Calcule os possíveis gastos com base nos valores anteriores

Para bons resultados na hora de comandar o pagamento das despesas ordinárias de condomínio é essencial saber como calcular o consumo de gás, água e luz de áreas comuns, o salário dos funcionários, segurança, etc.
Nem todos os cálculos são simples, mas seguem uma lógica similar. Além disso, é necessário o cuidado com os valores e a clareza dos pagamentos, visto que a maioria funciona na base de rateio e o valor é dividido entre as unidades.  

 

Atente-se aos gastos extras

Ainda que os gastos emergenciais sejam, em sua maioria, extraordinários, algumas vezes existem situações inesperadas diante das despesas ordinárias de condomínio. Um vazamento de água, por exemplo, inevitavelmente fará com que a conta mensal seja maior.

Isso, em tese, geraria um rateio mais alto ou até mesmo uma divisão extra na taxa condominial. Para evitar isso, é importante que o condomínio sempre mantenha uma quantia extra em caixa mensalmente. Dessa maneira, poderá cobrir possíveis imprevistos sem precisar aumentar o valor pago pelos condôminos, o que nos leva à próxima dica!

Crie um fundo de reserva

Embora isso não pareça uma dica que envolva a previsão de gastos, a melhor maneira de alimentar um fundo de reserva é transformá-lo em despesa ordinária.

Mensalmente, adicione à lista de rateio um valor praticável a ser aplicado em uma poupança que servirá como uma reserva. Assim, sempre haverá uma quantia de sobra no caixa do condomínio, que poderá ser utilizada em casos específicos a fim de evitar um rateio extra.


Gostou das dicas? Aproveite e economize em seus gastos condominiais com as soluções de distribuição da Supergasbras!