Voltar à visão geral do blog

Condomínio 12/06/2020

Mito ou Verdade — Chuveiro a Gás é Realmente Mais Econômico? Descubra!

chuveiro agua caindo

Quando o assunto é a economia na hora do banho, sempre há aquela discussão entre chuveiro a gás e elétrico. Afinal, a ducha aquecida por meio de gás é realmente mais econômica? Em um edifício com muitas unidades, isso pode fazer a diferença!

É sobre isso que falaremos neste artigo, assim você poderá saber qual a melhor opção para seu condomínio. Confira!

Como funciona o chuveiro a gás?

Para compreender se o chuveiro a gás realmente é mais econômico, primeiro precisamos falar sobre seu funcionamento em relação ao elétrico.

No caso da água aquecida pelo gás, o processo se dá dentro de um aquecedor, de maneira controlada e com mais homogeneidade. Isso evita que a água fique parcialmente aquecida, somente.

Então, essa água quente é levada por uma tubulação específica que evita a perda de calor, e só é misturada à fria no misturador, logo antes de sair do chuveiro.

O aquecimento por eletricidade é diferente, e a água é aquecida logo antes de ser liberada pelo chuveiro, em uma resistência dentro da peça.

O chuveiro a gás é realmente mais econômico?

Quando comparamos o chuveiro a gás com o elétrico, que representam as duas fontes de aquecimento de água mais utilizadas, a opção a gás é, sim, mais econômica.

Um dos principais fatores que faz com que isso ocorra é o poder calorífico do gás, que é muito superior ao da energia elétrica. Assim, é possível aquecer a mesma quantidade de água à mesma temperatura, ou até superiores, consumindo menos.

Além disso, com o chuveiro a gás não há problemas relacionados a picos de consumo, como é o caso da eletricidade.

Banhos no horário de pico podem aumentar muito o gasto em determinado horário, o que gera, em certos casos, uma ampliação no preço do Kw/h e, consequentemente, no valor da conta de luz.

Com o gás, o fornecimento e o consumo são mais controlados, evitando picos de custos fixos com energia e tornando a gestão mais tranquila. Basta ficar atento ao abastecimento das unidades.

Outro detalhe a ser considerado é que, no caso de uma interrupção no recebimento de energia elétrica, que pode ocorrer por inúmeros motivos, é impossível utilizar a água quente para tomar banho.

Isso não ocorre com o gás. Ele permite, inclusive, o uso aquecido em mais pontos, como torneiras, sem gastos excessivos.

Quer entender mais sobre os serviços para condomínios relacionados ao uso do gás e como ele pode ajudá-lo a economizar? Confira o site da Supergasbras e conheça as vantagens para os moradores!