Voltar à visão geral do blog

Condomínio

Segurança em Foco! — Como Evitar Vazamento de Gás

vazamento de gas

O vazamento de gás é algo extremamente perigoso, e evitá-lo deve ser o objetivo desde a instalação da central até os sistemas relacionados às unidades. Cabe ao condomínio zelar pela segurança dos moradores e das áreas comuns, então é essencial compreender como evitar esse problema!

Neste artigo, daremos algumas dicas para isso e instruções de como agir para garantir a segurança de todos os envolvidos. Veja!

Quais são as principais causas para o vazamento de gás no condomínio?

Quando o assunto é o vazamento de gás no condomínio, reconhecer suas causas mais comuns é importante. A maioria delas envolve erros na instalação, local inadequado para posicionamento dos cilindros e desgaste no sistema de distribuição.

Um ponto que precisa ser considerado é que, na hora da instalação do gás, até mesmo dentro do apartamento, deve haver sempre o parecer de um profissional. Ele deve ditar as melhores escolhas em relação à tubulação e detalhes da distribuição do produto pelas unidades.

Essa consultoria evita que haja um erro logo no início do processo, que pode gerar uma reação em cadeia no futuro, afetando toda a integridade do sistema.

Como evitar o vazamento de gás?

Diante de uma instalação feita corretamente, seja ela com a tubulação aparente ou embutida, a chance de problemas com vazamento de gás no condomínio é reduzida. Entretanto, ainda assim eles podem ocorrer e é necessário saber como evitar. A manutenção preventiva periódica é uma das melhores maneiras de evitar.

Tanto vazamentos quanto perda das estruturas de instalação e distribuição. Ela constatará, entre outros detalhes, possíveis desgastes e pontos de ferrugem na tubulação e a falta ou deterioração de válvulas e pintura. Assim, a troca ou reparo dos equipamentos pode ser feita com antecedência, evitando que cause um vazamento que possa colocar em risco os moradores e funcionários do condomínio.

Além disso, o síndico deve combinar também com o fornecedor de gás uma vistoria anual de toda a central, incluindo medidores. Os ramais podem ser verificados a cada três anos. Um laudo deve ser emitido, garantindo que aquela instalação é segura.

Outros pontos, pequenos, mas que podem ajudar a evitar que um transbordo piore são: conscientização e educação dos condôminos a respeito das melhores práticas em casos de vazamento; verificação de inconsistências no consumo de gás (um vazamento fará com que a quantidade seja mais alta, mesmo em condições padrão).

Gostou das dicas para evitar vazamento de gás? Confira mais detalhes sobre a segurança de seu condomínio no blog da Supergasbras!