Voltar à visão geral do blog

Casa 20/10/2020

Como Calcular o Consumo de Gás em Condomínio?

Como Calcular o Consumo de Gás em Condomínio?

Afinal, como calcular o consumo de gás em condomínio? Se você é síndico de um prédio, por exemplo, essa dúvida pode ser sua. É fato que ter gás encanado traz inúmeras vantagens e uma delas é em relação ao custo-benefício. Porém, muitas pessoas não sabem como calcular o valor dessa conta mensal.

 Para ajudar na parte administrativa do seu empreendimento, aprenda no artigo como fazer o cálculo de forma simples!

Aprenda a como calcular o consumo de gás em condomínio

Antes de aprender, de fato, como calcular o consumo de gás em condomínio, primeiro, é preciso entender como funciona o gás encanado.

Existem dois tipos de gás que são frequentemente utilizados em condomínio, o GLP e o natural. As diferenças entre eles são bem simples. Enquanto o GLP é instalado no térreo de um edifício e pode ser transformado em líquido, o natural vem das ruas.

A composição do GLP pode ser feita de uma mistura de hidrocarbonetos gasosos ou petróleo refinado. Já a do natural é resultado da combinação de hidrocarbonetos gasosos retirados de combustíveis fósseis.

Quem precisa do gás encanado sabe como ele, sobretudo, precisa de cuidados minuciosos para funcionar perfeitamente. Porém, com a instalação correta e a manutenção constante, as chances de vazamentos são mínimas.

Agora que você já sabe um pouco sobre o assunto, veja abaixo como calcular o consumo de gás em condomínio:

Cálculo em reais do gás GLP

Existem duas formas de calcular o consumo de cada apartamento: por rateio, todos os moradores pagam o mesmo valor independentemente do que foi gasto, e por medidor individual, onde o valor final é definido de acordo com a consumação do apartamento. =============== Se você tem dúvidas de como calcular a conta do consumo de cada apartamento, comece a fazer a seguir os seguintes passos para a conta:

    1. pegue a conta do mês anterior;

    2. pegue a conta do mês atual.

Feito isso, subtraia a leitura anterior pela atual. Por exemplo: leitura atual (45,317) e leitura anterior (43,574).

Resultado: 45,31 - 43,57 = 1,74 kg

O número encontrado é o consumo do mês por kilo. Agora você deverá multiplicar esse valor pelo fator conversão de 2,3 para encontrar o m³.

Resultado: 1,74 x 2,3 = 4,002 kg/m³.

Por fim, é só multiplicar pelo valor final do m³ e o valor por kg. Pegue o resultado da conta e faça a conversão em 2,3 para encontrar o cálculo em reais.

Resultado: 4,002 x 1,743 = 6,975 x 2,3 = 16,04 reais.

Viu só como não é tão complicado assim? A Supergasbras tem as melhores soluções em gás para o seu condomínio. Nosso GLP tem qualidade garantida e oferece, além de um ótimo custo-benefício, maior segurança e durabilidade. Conheça no site da Supergasbras!