Voltar à visão geral do blog

Negócio 02/11/2020

Engenharia Hospitalar — 3 Dicas para Otimizar

Engenharia Hospitalar

A engenharia hospitalar é cada vez mais essencial em hospitais e clínicas. Ela deve ser muito bem planejada, uma vez que esses estabelecimentos precisam e gastam muita energia elétrica. Seja com equipamentos ou com o consumo constante de luz, é importante saber como otimizar esse custo sem reduzir a qualidade dos serviços. 


Confira no artigo algumas dicas de como economizar e conscientizar os colaboradores que trabalham em hospitais e clínicas!


O que é engenharia hospitalar?


A engenharia hospitalar é a área que oferece ao gerente ou administrador do estabelecimento as soluções tecnológicas adequadas para atender os problemas hospitalares. Ou seja, quem exerce essa função tem o objetivo de atrelar a saúde com a tecnologia. 


Com base nos conhecimentos aprendidos sobre como melhorar a gestão, quais são os equipamentos essenciais e, é claro, prezando os cuidados com os pacientes, o profissional dessa área encontra maneiras de oferecer qualidade sem deixar de lado a otimização com a energia elétrica. 


Sabendo que muitos hospitais e clínicas funcionam na jornada 24x7, é indispensável saber como economizar e fazer uso do consumo consciente da energia. 


Por isso, pensando na engenharia hospitalar do seu estabelecimento, separamos três dicas eficazes para que você economize e melhore a gestão de custos


1. Seja adepto aos sensores de presença


O uso de sensores de presença pode ser muito eficiente para ajudar no consumo consciente de energia hospitalar. Isso porque alguns ambientes não precisam que a iluminação aconteça 24 horas por dia. 


Outra opção bacana é ser adepto a iluminação natural durante parte do dia em alguns ambientes, como quartos de pacientes, por exemplo. Essa prática irá diminuir consideravelmente a necessidade de manter lâmpadas acesas. 


2. Faça a manutenção de filtros de ar


Você sabia que vazamentos em filtros de ar e a falta de manutenção podem aumentar o gasto na energia? Com o passar do tempo, é normal que os equipamentos fiquem velhos, impurezas fiquem presas neles e, com isso, gastem mais energia para fazer a sua correta circulação de ar.


Porém, isso pode ser evitado se houver a manutenção periódica dos aparelhos, bem como a troca de filtros. 


3. Invista em fonte de energia abrangente


O gás GLP pode ajudar na economia de hospitais e clínicas. Isso porque ele é uma fonte de energia mais durável, sustentável, eficiente e segura. Esse elemento em um ambiente hospitalar, por exemplo, pode ser usado não apenas no cozimento dos alimentos para os pacientes, mas, também:


  • na climatização do ambiente;

  • na lavagem e secagem de roupas e acessórios;

  • na esterilização de instrumentos cirúrgicos;

  • no funcionamento de equipamentos.


Se deseja uma fonte de energia que seja altamente eficaz e que, disparadamente, é mais econômica, conheça as vantagens do uso do GLP no site da Supergasbras!